"Amores, afinal de contas, não são coisas mensuráveis. Não há balança, fita métrica, nada assim que valha. Era tudo em mim."
Fátima Mesquita em “Julieta e Julieta”
"Eu sou uma coisa esquisita, atemporal, sem estilo, visto o que entra em minhas pernas, o que passa pelas coxas gordas e vem fechar-se aqui na cintura. Não ligo muito para nada. Gosto mesmo é de viver na preguiça, comendo salgados suspeitos, doces terríveis, tudo o que acho no caminho entre uma viagem e outra."
Fátima Mesquita em “Julieta e Julieta”
Esqueca um livro em Natal (RN)

Se tiver alguém de Natal aqui, pfvr compartilhe! :)

(Source : desenredo)

schankyou:

. (by claraörh.)
"Não sou de modo algum tão alegre como vos parece, ou como vos possa parecer."
Memórias do Subsolo, Dostoiévski

(Source : livrariadaesquina)

"Why do we smile? Why do we laugh? Why do we feel alone? Why are we sad and confused? Why do we read poetry? Why do we cry when we see a painting? Why is there a riot in the heart when we love? Why do we feel shame? What is that thing in the pit of your stomach called desire?"
Benjamin Alire Saenz, Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe

(Source : bending-onward, via thebeatandthebook)

Deu saudade daqui e da Maysinha.